Delícias e Armadilhas do SWING, seus onze tons de cinza…

October 12, 2017

 

 

 

A dez anos no meio liberal gostaria de compartilhar minha experiência com vocês tanto como frequentadora, como organizadora de viagens e como psicóloga que sou…

 

Deixo claro que minha visão é parcial sim, de uma mulher, brasileira, romântica, madura mas muito observadora do ser humano…

 

Cada um de nós vivencia as experiências de acordo com sua bagagem de vida, crenças e valores.

 

Depois de um casamento convencional de muitos anos e de me separar conheci uma casa de swing levada por amigos.

 

Minha primeira impressão foi uma mistura de surpresa e excitação.

 

Para quem como eu teve um marido ciumento, como era possível ficar com alguém ali do lado de seu parceiro??

 

Achei o máximo…

 

Vi ali uma solução para a rotina do casamento sem necessidade de mentiras e casos paralelos….

 

Como Single mulher recebia muitos convites de festas, encontros e comecei a conhecer vários casais, muitos deles meus amigos até hoje.

 

Ai comecei a perceber que nem tudo era assim tão transparente entre os casais, recebia alguns convites em off de maridos para sairmos sozinhos e claro não aceitei até porque ia contra tudo que eu achava bacana neste meio liberal.

 

Depois me envolvi com um casal muito querido e divertido, eu ficava com o marido e ela tinha um namoradinho….

 

Os quatro vivemos ótimos momentos e aquilo tudo era uma loucura para minha cabeça até então convencional….

 

Acho que meu passado era bem careta e eu precisava desse chacoalhar.

 

Acabamos todos envolvidos emocionalmente e resolvi seguir minha vida sozinha.

 

Em breve numa reunião em casa de amigos liberais conheci meu atual companheiro.

 

Com ele comecei a viver uma vida de casal swinger, ele antes era Single no meio, agora tinha uma esposa para compartilhar todos as experiências.

 

Ficamos quase um ano para conseguir fazer uma troca de casal, pois estávamos tão apaixonados que ficamos ciumentos e queríamos curtir só os dois, mas íamos a festas e viagens e curtíamos muito o ambiente sedutor.

 

Daí se passaram mais 9 anos, muitas festas e viagens foram se acumulando em nosso Curriculum rs

O que era um hobby, viajar entre amigos, acabou se tornando um trabalho que amamos….

 

Como casal, por conta dele viajar muito a trabalho, acabamos com o passar dos anos nos liberando para sair com outras pessoas.

 

Hoje eu acho essa prática bastante perigosa para a saúde do relacionamento do casal.

 

Um casamento aberto pode parecer muito sedutor, mas quando começamos a sair sozinhos fica um buraco entre o casal, minha opinião totalmente parcial rs, pois esta lacuna onde não sabemos tudo que o nosso parceiro fez gera as vezes uma nuvem de desconfiança. Tenho certeza que tem casais lidando bem com isso, mas observo que muitos casamentos de amigos começaram a degringolar depois desta “ liberdade”…..

 

Claro que até os casamentos fechados acabam por inúmeros motivos e muitas vezes por traição, mas isso serve apenas como um aviso de CUIDADO…são alguns anos de observação….

 

A Filosofia do SWING imagino ser poder compartilhar e ver seu parceiro tendo prazer ali pertinho, e vc se permitindo tbem ter prazer sem nenhuma culpa e cada um estimulando o outro a se soltar mais e mais e depois em casa juntos relembrar destas loucuras e ter mais prazer juntos…

 

Talvez uma visão idealizada mas com certeza possível ….

 

Não será realizável para todos os casais e nem precisa.

 

Não temos tampouco que impor este modo de vida como bom para todos.

 

Ache sua fórmula de casal, não será fácil, te adianto, que não satisfaça só um lado, pois não será duradouro, mas terão com certeza grandes aprendizados e ochalá muito prazer!

 

Os onze tons de cinza do SWING segundo a Sol rs….

  1. Swing não salva casamento. Pode apimentar muita a vida sexual e até aumentar a cumplicidade, mas se não existe mais amor, esqueça.

  2. No meio Swing  existe muito machismo disfarçado, algumas mulheres submissas que entram no meio para “segurar” o marido e ele não está nem ai para o que ela curte e sim para poder comer várias mulheres. Temos exceções, com casais que só curtem menage masculino, mas aí geralmente tbem é uma fantasia do marido.

  3. Procurem observar os sinais corporais, se uma mulher não te deu bola por exemplo, não coloque sua mão na bunda ou peito dela, o fato de estar numa viagem ou festa swing não significa que ela queira ser apalpada por todos homens que estão por ali, mesmo que ela esteja muito provocante…

  4.  Cuide de sua aparência, higiene, depilação ,um perfume ajudam…boa forma melhor ainda. Observo que a maioria das pessoas melhoram a aparencia depois de entrar no meio, desde que não seja obsessivo, ótimo, já que a saúde melhora também.

  5.  O casal acaba tendo de dialogar muito, pois cada nova experiência exige novos          acordos e novos desafios, assim nos conhecemos mais e a nosso parceiro.

  6. Reconhecer que todos somos ciumentos ajuda, pois é um sentimento que faz parte de nossa imperfeição como ser humano, mas podemos trabalhar o sentimento de posse que este sim nos leva crer dono do outro e sufoca.

  7. Os homens de um modo geral tem mais expectativas de concretizar algo sexual        numa festa ou viagem e as mulheres muitas vezes se satisfazem com os passeios, festas, pois somos mais sociáveis naturalmente que vcs homens, portanto recomendo segurar a ansiedade rs….

  8. PACIÊNCIA volto a ela pois nada mais brochante que se sentir obrigada a dançar, paquerar, transar…. Vi muitos casos de maridos ansiosos e até agressivos com suas parceiras e isso as acabou afastando definitivamente de qq experiência liberal. Se vcs estão iniciando, paciência….

  9. Cada casal terá suas próprias regras, alguns trocam e transam mas não beijam (eu preciso do beijo rs), alguns transam com outro casal lado a lado, alguns só as meninas brincam, outros curtem com vários casais ao mesmo tempo, outros só menage feminino, outros masculino, et etc…. Não tenham preconceitos e não julguem as fantasias de outros, procurem casais que compartilhem das mesmas e viva sua vida, pois tbem em nosso meio que se diz Liberal, muita hipocrisia e preconceitos…..

  10. SE PERMITA…tivemos muitas ensinamentos religiosos que associam culpa com prazer, nosso corpo foi feito para nos dar prazer e felicidade. Tudo que está de comum acordo e não invade o desejo do outro é saudável. Para que temos um clitóris?? Para ter prazer! Ele não tem outra função ….use e abuse….rs

  11. Nenhum desejo passageiro vale um casamento construído por anos, mais importante que dar uma trepada, que te dará um tesao de 15 min rs, é seu relacionamento…..Se sua esposa ou seu esposo é importante para vc, cuide, observe e RESPEITE.

Bjs da Sol…..

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Recent Posts

September 24, 2019

Please reload

Archive
Please reload

Search By Tags